BLOG


5 tendências de Marketing Digital pra ficar de olho em 2021

Alex

Sócio-Diretor Executivo

5 tendências de Marketing Digital pra ficar de olho em 2021

Depois de tanto ouvir sobre o tal “novo normal” entenda, de fato, o que vai rolar nesse mundo pós-pandemia quando o assunto é marketing digital e fique por dentro das tendências. 

Quantas vezes, nos últimos meses, você ouviu frases como “o novo normal” “adaptar-se ao mundo pós-pandemia” “estratégias pós-coronavírus” e por aí vai? 

Imagino que muitas. Inclusive, já falamos bastante disso por aqui e em nossas redes sociais.

Mas a questão é: o que, de fato, você conseguiu reter, dentre tantas suposições e afirmações desse “mundo novo”, para aplicar em suas estratégias? 

O mundo e as pessoas realmente mudaram. Como diz o escritor Haruki Murakami “Quando você sair da tempestade, você não será a mesma pessoa que era quando entrou.”

Da mesma forma, é praticamente impossível passar por uma pandemia sem novos comportamentos, hábitos e aprendizados. 

Foi pensando nisso que trouxemos este artigo baseado nas principais tendências de Marketing Digital para esse novo ano que será realmente novo. Repleto de transformações, inovações e quem não seguir o bonde, vai ficar pra trás. 

Mas antes de tudo, porque o Marketing Digital?

Depois que 2020 foi considerado o “ano do e-commerce”, é no mínimo essencial que falemos sobre tendências com o foco no marketing digital. Afinal, os números relacionados a essa vertente só crescem e nós, claro, queremos acompanhá-los. 

  • De acordo com uma análise da ACI Worldwide, empresa especializada em sistemas de pagamentos eletrônicos, em abril de 2020, o setor varejista mundial teve um aumento de 209% em seu e-commerce em comparação ao mesmo período do ano passado. No Brasil, o aumento foi de 81% do faturamento de R$9,4 bilhões, segundo dados da Compre&Confie.
  • Segundo o Google, em Junho de 2020 a busca pelo termo marketing digital cresceu 43% comparado com Junho do ano passado.
  • De acordo com dados do Kantar, as redes sociais, especificamente, tiveram um aumento de 40% no uso, desde o início da pandemia. 
  • Felipe Oliva, CSO da Squid, uma das maiores agências de marketing de influência no Brasil, notou um crescimento de mais de 24% na taxa de engajamento dos criadores de conteúdo e mais de 37% no aumento dos Stories.

Dados retirados dos sites: Terra; Segs; e Exclusivo;

Tendo em vista esses dados e insights relevantes sobre o ano que passou, é hora de olhar para o futuro e, seguindo as principais tendências, adaptar seu planejamento e estratégia para sair na frente dos concorrentes e, sobretudo, superar as próprias metas e objetivos, pra no final desse ano chegar com o saldo positivo e resultados acima do esperado.

Conteúdo gerado pelos usuários (UGC)

Uma pesquisa feita pela Olapic and Cite Research apontou que, dentre todos os respondentes, 51% confiam nas imagens do usuário de um determinado produto porque “são mais autênticas e confiáveis ​​do que os criativos da marca”.

Ou seja, fazer com que seus consumidores gerem conteúdo orgânico para seu produto ou serviço, pode ser grande aliado das estratégias de marketing digital. 

O gatilho da Prova Social, usado para mostrar aos consumidores que uma empresa tem aceitação e aprovação de outros, está aí para corroborar com esse fato. Realmente, as pessoas tendem a se identificar e confiar em semelhantes. Então, aproveite essa deixa e ofereça experiências positivas para que os usuários satisfeitos gerem um conteúdo que agregue valor e traga resultados à sua marca.

Aqui vão algumas dicas de como colocar isso em prática:

  • Fique de olho em posts e stories sobre seu produto ou serviço e reposte os feedbacks positivos em seu perfil;
  • Se você tiver algum canal de vendas online, publique as avaliações positivas em algum momento da jornada de compra;
  • Crie desafios nas redes sociais para que os consumidores façam e marquem sua empresa;
  • Forme grupos exclusivos de debates e contribuições para a marca.

A era das buscas sem cliques

marketing digital google

Não é novidade que o Google investe cada vez mais para melhorar a experiência do usuário. Mas a tendência da busca sem cliques vem cada vez mais forte.

Para entender na prática, abra uma aba agora no Google, digite “Coronavírus”, dê uma olhada e depois volte aqui. 

Vai lá!

Pronto?

Viu como dados e informações como gráficos e mapas aparecem sem que você precise clicar em nenhum link? Isso é o que chamamos de featured snippet, ou caixas de respostas, são respostas diretas e sucintas para uma pesquisa de determinada palavra-chave. Para o Google, o usuário não precisar clicar no link para encontrar rapidamente uma resposta, torna sua experiência muito mais valiosa e ágil.

E aí você pode me perguntar:

Mas isso não é uma ameaça às minhas estratégias de SEO e SEM?

E eu te digo que, na verdade, podemos enxergá-la como uma oportunidade.

Por exemplo, apostar no Google My Business e fazer com que sua empresa apareça como opção quando algum usuário pesquisar pelo segmento por perto. Ou, ainda, inovar nos conteúdos para que seu site apareça como featured snippet na busca de alguma informação e o usuário entenda que sua marca é referência no assunto.

O que para alguns pode parecer o fim,  pra você e seu negócio pode ser uma motivação para entregar estratégias que resultem em conversão

Ascensão das lives

Difícil achar alguém que passou (está passando, na verdade) por essa quarentena imune às lives, sejam shows, entrevistas, webinars, palestras, etc. Quase todo mundo se rendeu a pelo menos alguma experiência virtual em tempo real. 

Só no primeiro mês de quarentena, o número de lives cresceu 70% no Instagram, de acordo com Business Insider.

Mas a tendência não ficou restrita à uma rede e muito menos a um formato. A verdade é que seres humanos não foram feitos para ficarem isolados, então, a busca por interações em tempo real foi uma válvula de escape em meio às incertezas.

E apesar de o boom das lives ter sido em 2020, devido à pandemia, as marcas podem vê-las como uma grande tendência para criar relacionamento e interação com o público. 

Mas não esqueça do mais importante: os consumidores gostam de interagir. Então, cuidado com pegar o celular e começar a falar, falar e falar. Permita que seus clientes façam perguntas, participem e sintam-se próximos.

Investimento em slow content

marketing digital content

Se você abrir seu Instagram agora e rolar o feed, quantos posts de marcas aparecerão na sua timeline? Provavelmente, muitos. 

E a tendência do Slow Content, ou conteúdo desacelerado, é exatamente sobre isso: desacelerar, focar mais na qualidade (falamos mais sobre isso aqui) do que na quantidade e entregar aos consumidores o que eles querem ver: conteúdos que agregam valor, criam conexões profundas e reforçam o posicionamento da sua marca.

Para agradar os algoritmos das redes sociais, muitas vezes, focamos na quantidade e queremos entregar conteúdo a qualquer custo, quando na verdade o que o público procura é relevância, informações que agreguem e interajam. 

É preciso deixar de lado o mindset de entregar a qualquer custo e querer tudo “pra ontem”. Slow Content leva tempo e dedicação, como o próprio nome diz.

Importância dos dados e performance 

Por fim, a tendência de mensurar dados e focar na performance está diretamente ligada ao tópico anterior, e as duas precisam andar juntas.

A produção desenfreada de conteúdo resulta na falta de tempo para mensurar os resultados e saber se o que você está entregando está, efetivamente, alcançando o público.

Definir objetivo > produzir conteúdo como tática para chegar no objetivo> criar estratégias que levem ao caminho certo > observar de perto os resultados

De forma muito resumida, esse deveria ser o caminho para entregar conteúdos que performam e, acima de tudo, resultam em conversões, alcance ou outra métrica listada no seu objetivo.

Mas, para isso, é preciso tempo. Nosso conselho é: siga a tendência do Slow Content e aplique a mensuração de dados e performance.

Assim, você saberá o que funciona para seu público, conseguirá adaptar o que não estiver tão bem e no final terá uma estratégia otimizada e com resultados maiores e melhores. 

Então, presta atenção!

Agora que você já tem a faca (uma marca que pretende crescer e alcançar os objetivos em 2021) e nós te demos o queijo (as principais tendências para aplicar em suas estratégias este ano), não perca a oportunidade e comece o quanto antes a se preparar e colocar em prática essas tendências. 

Afinal, quanto mais você estiver por dentro do mercado e com um planejamento estruturado, maiores são as chances de estar preparado para enfrentar os novos desafios e alcançar tudo o que almeja para esse novo ano.

Antes de ir, confira outros conteúdos que possam ser relevantes para você.

3 lições que Game Marketing pode te ensinar sobre estratégias mobile

O que uma marca precisa fazer para crescer em 2021?

Se inscreva também em nossa Newsletter e esteja sempre por dentro. 

Até a próxima!

VEJA TODOS OS INSIGHTS

COMO PODEMOS TE AJUDAR?

DESCUBRA O PROPÓSITO DA SUA MARCA

Desenvolver ideias que impulsionam pessoas e negócios.
Este é o nosso propósito.

Telefone
(19) 3242-2721 

Email
alex@artco.com.br

Endereço
Centro Empresarial Barbosa da Cunha
Rua Barbosa da Cunha, 634
Jardim Guanabara.
Campinas/SP - 13073-320