BLOG


Branding: o que sua marca está dizendo para o seu público?

Dik Cabral

Head de Conteúdo Estratégico

Saiba como ir além do logo e construir uma identidade de marca que ressoa em seu público.

Na teoria da análise de discurso, existe uma máxima que diz que não temos controle sobre a mensagem, uma vez que ela é transmitida. A forma como as pessoas vão recebê-la, e sua assimilação, varia de indivíduo para indivíduo.

Some isso à relação que as pessoas têm hoje com o conteúdo na internet, onde informações falsas (ou fake news, pra quem curte o termo em inglês) são disseminadas e até defendidas com unhas e dentes (e mais argumentos falsos), junto à ´´cultura do cancelamento´´ e podemos ter, no branding, a tempestade perfeita para desastres de comunicação.

Neste artigo, vamos desmistificar algumas ideias em volta do branding e ajudar você a construir uma identidade de marca que represente o seu negócio e seu posicionamento, além de (essa parte é bem importante), conectar-se com o seu público. 

Branding não é (só) o seu logo

Aí está um dos maiores mitos sobre branding: que ele é o logo. Branding é um construto de metodologias que visa dar identidade, posicionamento, personalidade para marca e, não, ele não é uma regalia de grandes corporações.

Mas parte dessa mística equivocada do branding se dá porque quando falamos sobre o assunto, seja em sala de aula, seja em apresentações, não pensamos nem 2 segundos para usar como exemplo a Coca-Cola, a Nike, o McDonald´s e por aí vai.

Pare e pense: essas marcas são o que são por conta apenas do seu logo? 

Veja como, por exemplo, a Nike se comunica com você:

– O que ela transmite?

– Ao quê ela está associada?

– O que você sente ao ver uma peça de comunicação da Nike?

Percebe a diferença?

Faça esse exercício com as outras marcas que citamos, veja como as pessoas que estampam suas propagandas estão, qual o sentimento das peças, ao quê elas estão associadas e veja que, por um bom tempo, houve um trabalho para que você, hoje, possa bater o olho em seu logo e reconhecer a marca.

Quer outra evidência que o logo não é o branding em sua totalidade?

Acesse o Fiverr, o We Do Logos e compre um logotipo a toque de caixa. É barato perto do quanto um logo realmente vale, já que ele é parte importante da cara da sua marca. Quer economizar mais ainda para fazer um logotipo? Existem uma série de modelos prontos no Canva.

Parabéns! Você tem um logo feito a toque de caixa que pode representar a sua marca… Ou não.  

No entanto, a pergunta permanece:

´´O que sua marca está dizendo para o público?´´ 

Estratégias reais de branding são complexas e levam em conta uma série de elementos que envolvem aquilo que você acredita, o que sua marca é, o que ela quer comunicar, como, o que ela propõe de real valor para o consumidor e por aí vai. Estamos falando de mensagem, de discurso. Deste modo, caímos em termos como brand equity, que pode ser definido como o nível de influência e/ou poder que a sua marca tem de ficar na mente dos consumidores. 

Para encontrar a mensagem que define a sua marca, é preciso estratégia

É ponto pacifico que sim, um logotipo é importante e que não, ele não é a totalidade do branding. Agora, para prosseguir a criar uma mensagem que represente e valorize a personalidade da marca, é ideal seguir 3 passos iniciais:

  • Defina a sua estratégia de marca. Não sabe por onde começar? Contrate ajuda especializada.

“Não ter um planejamento é se planejar para a falha´´ – gostamos muito dessa frase. 

Essa etapa envolve a imersão até o centro do centro de quem é você e o que é o seu negócio (inclusive, o que ele não é). Analise o seu negócio, analise o seu concorrente e veja o que vocês têm em comum e o que vocês têm de diferente.

Mais que isso, se pergunte ´´COMO o meu negócio é diferente dos meus concorrentes?´´ Importante: essa resposta condiz com o propósito da sua marca?

Se sim, hora de definir como você pode comunicar isso não só em discurso, mas em cada ação e atitude que sua marca adotar. Hora de traçar um plano. Porque é a partir do propósito que suas estratégias de branding tomam forma

  • Saiba quem é o seu público desde o início (ou o quanto antes)

Aqui não tem segredo, certo? Pensa de novo… existe uma sensível diferença entre o público que você deseja atrair e quem você está atraindo de fato. Talvez seja porque a mensagem da sua marca não está ecoando no público certo. Mas o que é o público certo?

A resposta a essa pergunta vem de estudos, desde a definição de uma persona à análise dos dados que você tem sobre as pessoas que interagiram com sua marca, produto ou serviço. Definir quem é o seu público é importante, mapear o que eles necessitam e como seu produto ou serviço pode ajudá-los é essencial. 

E é aí que entra o propósito. Para identificar o ´´porquê´´ de sua marca fazer o que faz e como isso ressoa em seu potencial cliente.

  • Não esqueça da consistência, muitas marcas fazem isso

Lembra das marcas que citamos no início deste artigo? São marcas com décadas de história e bem estabelecidas no mundo inteiro. Ainda assim, elas continuam estabelecendo e atuando em diferentes pontos de contato.

A constância é a chave para construir relações duráveis, além de transmitir confiança para o cliente. Isso se reflete no seu conteúdo (postagens, blog, e-mails), no seu marketing (anúncios, promoções) e até em aspectos estéticos, como as cores e o próprio logo em si.

Contudo, é importante ressaltar que consistência é diferente de frequência. Por exemplo, se comunicar toda semana com o cliente é frequência, mas se você muda a comunicação, as cores da marca e até mesmo o tom de voz a cada interação, você não é consistente. Pense nisso. 

Finalizando

Chegando até aqui, você evolui um pouco mais o seu conhecimento sobre branding e, acredite, está alguns passos à frente de muitas pessoas e potencialmente de alguns dos seus concorrentes. 

E caso você precise de estratégias de branding aplicadas à sua marca, considere conversar com a art.co, e para receber dicas e ser notificado sobre nossos artigos, assine a nossa newsletter.

Até a próxima!

 

VEJA TODOS OS INSIGHTS

Como negócios podem crescer no online com Inbound Marketing

Como negócios podem crescer no online com Inbound Marketing

Não são todas as empresas que possuem um capital que pode ser aplicado para ações de marketing tradicional. Mas a gente sabe que a concorrência é cruel e a atenção do cliente é valiosa demais para não ser conquistada. Com custos bem menores e ferramentas de inteligência, o Inbound Marketing desponta como alternativa no meio digital para gerar resultados expressivos e alavancar pequenos negócios.

COMO PODEMOS TE AJUDAR?

DESCUBRA O PROPÓSITO DA SUA MARCA

Desenvolver ideias que impulsionam pessoas e negócios.
Este é o nosso propósito.

Telefone
(19) 3242-2721 

Email
alex@artco.com.br

Endereço
Centro Empresarial Barbosa da Cunha
Rua Barbosa da Cunha, 634
Jardim Guanabara.
Campinas/SP - 13073-320